crisurologia@gmail.com
(11) 2151-5219 / (11) 3812-0100

Nova Vacina HPV-Gardasil 9


Uma nova vacina nonavalente (9vHPV) mostrou imunogenicidade sustentada e eficácia mantida por 7 e 8 anos em meninas e meninos de 9 à 15 anos.

 

HPV e os números
Embora os adultos permaneçam sob risco de infecção por HPV ao longo de suas vidas, o HPV é frequentemente adquirido logo após o início da vida sexual.
O câncer cervical é a quarta causa de câncer em mulheres em todo o mundo.
Em 2018, a incidência foi de aproximadamente 569.847 e 311.365 mortes devido ao câncer cervical, o que o tornou a quarta causa de morte por câncer em mulheres.
Imunogenicidade, eficácia e segurança de longo prazo da vacina nonavalente do papilomavírus humano em meninas e meninos de 9 a 15 anos de idade: análise provisória após 8 anos de acompanhamento
Olsson et al. Papillomavirus Research (2020): 10 100203

 

Introdução
A vacina do papilomavírus humano nonavalente (9vHPV) foi desenvolvida para prevenir a infecção por sete tipos de HPV oncogênicos (HPV16/18 /31/33/45/52/58) que, juntos, respondem por aproximadamente 90% dos cânceres cervicais e vulvar relacionados ao HPV, câncer vaginal e anal e dois tipos de HPV (HPV6/11) que são responsáveis ​​por aproximadamente 90% das verrugas genitais. O estudo principal de imunogenicidade de Fase III de 36 meses da vacina 9vHPV em meninas e meninos de 9 a 15 anos foi estendido para avaliar a imunogenicidade e eficácia de longo prazo por aproximadamente 10 anos após a vacinação. Descrevemos os resultados de uma análise provisória com base em aproximadamente 8 anos de acompanhamento após a vacinação. Os participantes com idade entre 9 e 15 anos que receberam três doses da vacina 9vHPV (no dia 1, mês 2 e mês 6) no estudo de base e consentiram com o acompanhamento foram incluídos na extensão do estudo de acompanhamento de longo prazo (N=1272 [mulheres, n = 971; homens, n = 301]). O soro foi coletado nos meses 66 e 90 para avaliar as respostas dos anticorpos. Para análise de eficácia, esfregaços genitais foram obtidos.

 

Resultados
Os títulos geométricos médios para cada tipo de HPV da vacina 9vHPV atingiram o pico por volta do mês 7 e diminuíram gradualmente até o mês 90. As taxas de soropositividade permaneceram >90% até o mês 90 para cada um dos tipos de vacina 9vHPV avaliados pelo Imunoensaio Luminex com imunoglobulina HPV.

 

Nenhum caso de neoplasia intraepitelial de alto grau ou verrugas genitais relacionadas ao HPV6 /11/16/18/31/33/45/52/58 foi observado na população por protocolo (n = 1107) com base em um acompanhamento máximo de 8,2 anos (mediana de 7,6 anos) após a Dose 3. As taxas de incidência de infecção persistente de 6 meses relacionada ao HPV6 / 11/16/18/31/33/45/52/58 em mulheres e homens foram 49,2 e 37,3 por 10.000 pessoas-ano, respectivamente, que estavam dentro dos intervalos esperados em coortes vacinadas.

 

Não houve eventos adversos graves ou mortes relacionadas à vacina durante o período coberto por esta análise provisória.

 

Conclusões
A vacina 9vHPV forneceu imunogenicidade sustentada e eficácia mantida por aproximadamente 7 e 8 anos, respectivamente, após a vacinação de meninas e meninos de 9 a 15 anos.

Long-term immunogenicity, effectiveness, and safety of nine-valent human papillomavirus vaccine in girls and boys 9 to 15 years of age: Interim analysis after 8 years of follow-up Olsson et al. Papillomavirus Research (2020): 10 100203.