0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

De tempos em tempos, o mundo experimenta desafios relacionados com a saúde humana.

Muitos destes problemas afetam primeiro pequenas populações em regiões localizadas do planeta.

Dependendo das características do problema, a situação pode se espalhar por todo o mundo.

Isto é especialmente verdadeiro no século atual com a grande frequência e velocidade de circulação de pessoas e de cargas que podem transportar, sem querer, mas de forma eficaz, agentes vetores e/ou causadores de doenças infecciosas.

É evidente que no momento da chegada em uma nova região do planeta, os vetores necessitam de condições favoráveis para permanecerem viáveis para novas infecções.

A questão da redução da propagação de uma doença infecciosa emergente é agravada quando, além da velocidade de expansão geográfica descrito acima, existe uma falta de conhecimento por parte da comunidade científica em relação aos aspectos da transmissão, fisiopatologia, diagnóstico e tratamento. 

Leia mais Zika Vírus em Inglês: PDF: Zika Vírus Infection in Semen

 

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

A superexpressão de membrana específico da próstata antígeno (PSMA) teoricamente permite a apresentação de metástases de câncer de próstata (PCa) usando o gálio Ga 68 (68Ga) –ligantes PSMA para imagem de tomografia computadorizada (PET/CT) por emissão de pósitrons.

Taxas de detecção promissores têm sido relatadas ao usar essa abordagem para a imagem de PCa recorrente; no entanto, até agora, a acurácia diagnóstica de 68Ga-PSMA PET/CT para a identificação pré-operatória de metástase linfonodal (LNMs) não foram avaliados.

Retrospectivamente foram comparados  avaliação pré-operatória 68Ga-PSMA PET/CT de linfonodo (LN) com resultados histológico após a prostatectomia radical (RP).

O tamanho mediano de 68Ga-PSMA-PET/CT – detectado de LNMs detectados foi 13,6 contra 4,3 mm (p < 0,05).

No cenário do PCa estágio inicial, acurácia diagnóstica de 68Ga-PSMA PET/CT é substancialmente influenciado pelo tamanho do linfonodo metástase.

 

Leia mais:

Prostate Cancer and PSMA

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

Há uma gama de opções para o futuro no que diz respeito ao tratamento da Ejaculação Precoce. Moléculas como DA-8031, Promescent, silodosin, Botulinum toxina-A e resiniferatoxina podem estar perto dos  futuros tratamentos para esta doença.

Ejaculação precoce baseia-se um reflexo espinal regulado centralmente de forma complexa.  É um processo altamente complexo que requer a coordenação de outros receptores sensoriais e vias nervosas aferentes, bem como áreas motoras e sensoriais do cérebro, o centro motor da coluna vertebral e múltiplas vias eferentes. O controle da ejaculação é feito através de uma variedade de neurotransmissores, distribuídos por todo o núcleo supra-espinhal  e da coluna vertebral.

A farmacoterapia é o pilar do tratamento, e a única droga aprovada em alguns países para este efeito é dapoxetina.  Analgésicos opióides, como o tramadol e inibidores da fosfodiesterase são outros medicamentos aceitáveis.

Estudos com animais têm demonstrado a importância de certos neurotransmissores como a serotonina (5-hidroxitriptofano [5-HT]), dopamina (DA) e a ocitocina, que pode, portanto, assumir um papel importante como futuros alvos terapêuticos.  Além disso, vias sensoriais aferentes que são necessários para o reflexo inicial também pode ser utilizado como novas estratégias terapêuticas através da manipulação de nervos aferentes periféricos.  Também é esperado que eles interferem com o mecanismo eferente que medeia  a contração dos músculos envolvidos, atrasando a fase de emissão.

Para simplificar a classificação, agrupamos os alvos terapêuticos de acordo com o escopo de sua ação, central ou periférica.

O objetivo deste estudo é apresentar uma revisão narrativa e a análise profunda dos mais novos alvos terapêuticos e moléculas com potenciais benefícios em ejaculação prematura (PE), de acordo com os estudos translacionais disponíveis.

Orgasmo feminino e masculino

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

Dr Charles Rosenblatt, urologista do Hospital Israelita Albert Einstein comenta no rádio tudo sobre: Orgasmo feminino e masculino e sua relação com a saúde sexual do casal.

Observa-se hoje uma maior comunicação entre os casais e a necessidade de se atingir o orgasmo em ambos tornou-se indispensável.

Vejam a entrevista.

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

CPRC representa um espectro de doença na qual, apesar de bloqueio androgênico, os pacientes variam desde aqueles assintomáticos e sem metástases, com somente elevação do PSA até os gravemente debilitados pelos sintomas e pelo volume da doença metastática.

Características: Níveis de testosterona < 50 ng/ml , 3 elevações consecutivas do PSA, com intervalo mínimo de uma semana entre elas, que resulte em aumento ≥50% acima do nadir ; Progressão do PSA após manipulação hormonal secundária ( retirada dos antiandrógenos mínimo de 4 semanas para flutamida e seis semanas para bicalutamida) ; Aumento das lesões ósseas ou aparecimento de novas lesões ósseas (>2) ou de partes moles ou de linfonodos > 2 cm.