0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

Glândulas De Tyson Ou Glândulas Sebáceas Ectópicas Ou Papilomatose Peniana

Glândulas de Tyson

Tyson inicialmente diagnosticou lesões macroscópicos na corona do penis, interpretando-as como a fonte do smegma.. Devido ao fato de Tyson ter usado o termo “glândula,” os microscopistas denominaram glândulas sebáceas ectópicas na glande e prepúcio e passaram a ser denominadas de glândulas de Tyson..Hoje sabe-se entretanto, que elas não exercem nenhum um papel na formação do smegma. Sugere-se que as glândulas do Tyson sejam substituídas pelas expressões descritivas apropriadas: papillomatosis da corona do pênis ou glândulas sebáceas ectópicas. Alguma evidência sugere que elas podem ser observados mais freqüentemente em homens não circuncisados (22%) do que nos que foram circumcisados (12%). Estas papulas penianas tipicamente são assimptomaticas e persistem durante todo a vida; entretanto, gradualmente podem tornar-se menos visíveis com a idade. Alguns pacientes com estas papulas podem solicitar a retirada daas mesmas para aliviar a ansiedade.

Tratamento das glândulas de Tyson

Talvez o principal a ser dito sobre as glândulas de Tyson é que as mesmas fazem parte do desenvolvimento normal do pênis, estão presentes em 100% dos homens e não somem.

Na adolencência ,essas pequenas pápulas aumentam de tamanho, acabam por incomodar  por alterar a estética ou por de alguma forma assemelhar-se uma doença sexualmente transmissível.

A única indicação de tratamento das glândulas de Tyson ocorre quando o paciente ciente do caráter não infeccioso dessas glândulas decide por motivos estéticos realizar a sua retirada.

A retirada das glândulas de Tyson é feita realizando-se uma cauterização por eletrocautério em uso de anestesia local sem causar danos ao funcionamento do pênis e sem deixar cicatrizes. Pomadas nesse caso não possuem qualquer efeito no intuito de retirá-las.

Tagged with:

Filed under: Urologia

Like this post? Subscribe to my RSS feed and get loads more!