0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

Ejaculação Precoce (EP)

O tempo de latência ejaculatória (Intravaginal Ejaculatory Latency Time – IELT) é utilizado como medida de diagnóstico e/ ou de eficácia em ensaios clínicos para investigação e tratamento da EP. Na prática, no entanto, não se costuma usar o IELT para diagnóstico, mas a própria impressão clínica do médico.

Havendo a queixa, são perguntas fundamentais a serem feitas ao paciente: “O que você chama de ejaculação?”; “Quanto tempo você leva desde a penetração até ejacular (ou seja, a partir da penetração, em quanto tempo você ejacula)?”. Essas questões devem ser seguidas da investigação de aspectos psicossociais e orgânicos subjacentes e da ocorrência de dificuldades que possam prejudicar o tratamento. Ele já tentou tratamentos anteriores para EP e, em caso positivo, quais foram os resultados?

Tratamento Ejaculação Precoce (EP)

1.Medicamentoso

EP necessita de tratamento medicamentoso para a condição médica de base, psicoterapia para a causa psicológica da disfunção ejaculatória ou ambos, com ou sem medicamento (tipo ISRS-recaptadores da serotonina).

A Dapoxetina (que é um ISRS com perfil farmacocinético peculiar) alcança velozmente alta concentração sanguínea e tem rápida eliminação, após administração oral, o que contribui para o tratamento da EP sob demanda10. As mudanças no perfil ejaculatório, proporcionadas pela dapoxetina (30 e 60 mg, respectivamente) são significativas. Náusea é o principal efeito adverso, além de outros de menor expressão (cefaleia, tontura, diarreia e insônia).

Apesar de aprovada pela ANVISA, a Dapoxetina (pesquisa Janssen-Cilag) não foi lançada comercialmente no Brasil. Foi comercializada na Europa e no México (Priligy®) e é, hoje, a única droga com indicação específica para tratamento da EP.

Os níveis baixos de serotonina estão associados aos problemas de ejaculação precoce numa larga quantidade de pacientes. Os SSRIs atuam aumentando o nível extracelular do neurotransmissor da serotonina e inibindo a sua recaptação na célula pré-sináptica. Tal irá aumentar o nível de serotonina disponível para unir com o receptor pós-sináptico. Isto vai combater os níveis baixos de serotonina, ajudando a retardar o orgasmos e o tempo para ejaculação. Pelo contrário, Priligy (dapoxetina) é rapidamente absorvido e eliminado pelo seu corpo.
ejaculation

2.Psicoterapia

Os objetivos da psicoterapia para EP podem ser assim resumidos: desenvolver técnicas para controle da ejaculação; proporcionar ao homem confiança em seu desempenho sexual; reduzir a ansiedade de performance; modificar o repertório sexual rígido; superar os obstáculos à intimidade; solucionar os problemas interpessoais que causam e mantêm a EP; compatibilizar sentimentos e pensamentos; melhorar a comunicação; transformar conflitos em intimidade e estímulo; minimizar ou prevenir recaídas.

Referências
Waldinger MD, Schweitzer DH. Premature ejaculation and pharmaceutical company-based medicine: the dapoxetine case. J Sex Med 2008;5(4):966-97.
McMahon CG, Althof SE, Waldinger MD, Porst H, Dean J, Sharlip ID, Adaikan PG, Becher E, Broderick GA, Buvat J, Dabees K, Giraldi A, Giuliano F, Hellstrom WJ, Incrocci L, Laan E, Meuleman E, Perelman – notion of lifelong premature ejaculation: report of the International-Definition of premature ejaculation. J Sex Med 2008;5(7):1590-606.