0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar este link

Disfunção Erétil Psicogênica – Ciência & Fato

Introdução
A disfunção erétil (DE) é definida como a incapacidade de alcançar ou manter ereção peniana adequada para a satisfação sexual; ocorre em graus variáveis e prejudica a qualidade de vida, articularmente o bem-estar pessoal e as inter-relações familiares e sociais. A etiologia da DE é multifatorial e pode ser de origem orgânica, psicogênica ou ambas. Estima-se que 39% a 67% dos homens entre 40 e 70 anos de idade sofram de algum grau de DE, dos quais 10% sofrem de DE completa.

Fisiopatologia
A ereção peniana envolve a interação da estimulação neural do músculo liso do corpo cavernoso, bem como a liberação neuro-humoral de fatores contráteis e relaxantes do endotélio. A cascata de sinalização de óxido nítrico (ON)/monofosfato cíclico de guanosina (GMPc) é o evento mais importante e efetivo no mecanismo de ereção peniana. Os inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (iPDE5) atuam inibindo a ação da PDE5 sobre o GMPc, que modula respostas fisiológicas em vários tecidos, como o relaxamento do músculo liso do corpo cavernoso.

Sinais e Sintomas
A incapacidade ocasional em manter uma ereção acontece à maioria dos homens e geralmente não será causa de maior preocupação. Os problemas recorrentes deverão ser avaliados.

Fatores de Risco

• Envelhecimento: incidência de cerca de 80% no grupo etário acima de 75 anos.
• Patologias crônicas: diabetes mellitus , aterosclerose, doenças renais, hepáticas, pulmonares, nervosas,       endócrinas e crônicas (hipogonadismo).
• Tratamentos médicos crônicos: anti-histamínicos, hipnóticos, tratamento médico do cân- cer da próstata.
• Tratamentos cirúrgicos: por lesão dos nervos pélvicos (prostatectomia radical, cistectomia).
• Traumatismos: associados ou não a fraturas da bacia.
• Abusos sociais ou comportamentais: tabaco, álcool, maconha ou drogas pesadas.
• Estresse, ansiedade, depressão: causas psicológicas da DE.
• Obesidade.
• Síndrome metabólica: caracterizada por obesidade, dislipidemia, hipertensão arterial e resistência à insulina.
• Ciclismo: compressão prolongada dos nervos e vasos perineais responsável por DE temporária.

Diagnóstico
O diagnóstico da DE começa com a elaboração de uma história clínica e psicossexual de- talhada. Seguem-se um exame físico associado a exames laboratoriais e estudo hormonal. Quando justificado, o estudo complementar poderá incluir a realização de ecodoppler pe- niano com teste de ereção fármaco-induzida, um estudo neurológico aprofundado e uma consulta psicológica.

Disfunção Erétil Psicogênica
A DE de causa psicogênica (origem psicoló- gica) pode se manifestar de várias maneiras, como ejaculação precoce ou retardada, dor ao ejacular e a própria impotência. A DE de origem psicológica é a mais prevalente em homens jovens e corresponde a aproximadamente 10% dos casos em pacientes com mais de 50 anos de idade. Os principais fatores desencadeadores são depressão, estresse, fadiga e problemas de saúde geral, insatisfação com a parceira, instabilidade profissional, medo de contaminação por doenças sexualmente transmissíveis (principalmente a aids) e frequentes conflitos entre os parceiros.

Disfunção Erétil e Síndrome Metabólica
Na DE orgânica, as causas mais comuns são de origem vasculogênica, diretamente relacionadas a doenças cardiovasculares e endocrinometabólicas, como hipertensão arterial, diabetes mellitus, dislipidemias e obesidade. A presença simultânea dessas doenças foi posteriormente denominada síndrome metabólica.

Estudos clínicos e epidemiológicos mostram uma forte correlação entre a síndrome metabólica e a DE. A síndrome metabólica e o aumento da gordura abdominal têm sido associados à DE em homens com idade acima de 50 anos, em uma proporção que varia de moderada a grave. A etiopatogenia da DE associada à síndrome metabólica parece refletir alterações morfofuncionais da musculatura lisa cavernosa, associadas à diminuição da biodisponibilidade do ON, ao aumento do estresse oxidativo e à maior contratilidade da musculatura lisa. Além disso……

Leia mais PDF: disfuncao-eretil-psicogenica

Charles1-150Ciência & Fato Ciência & Fato Disfunção Erétil Psicogênica

Charles Rosenblatt CRM-SP 52.819 Mestre e doutor em Urologia pela Clínica Urológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, urologista do corpo clínico do Hospital Israelita Albert Einstein, do Hospital São Luiz e do Hospital Santa Paula.